(61) 3142-0750 / (61) 99975-7509 Suporte comercial@cooperx.com.br

Entenda o que é capital social e qual a sua importância (cota-parte)

O capital social de uma cooperativa é o que torna o cooperado parte dela. Literalmente. Isso significa que ele passa a integrar quadro social da entidade. Em outras palavras, um cooperado é como se fosse um dos donos da cooperativa.

O que é capital social?

Em uma sociedade empresária, o capital social é o valor do patrimônio de uma organização. Na prática, isso significa que cada sócio integraliza determinada quantia (chamada de cota-parte) que serve de suporte para o desenvolvimento e as atividades financeiras da empresa. O capital social, portanto, é o somatório de todas essas cotaspartes.

Na cooperativa, funciona quase do mesmo jeito. A diferença é que, por lei, uma cooperativa nunca se enquadrará como uma sociedade empresária. Ela será sempre uma sociedade simples — ou, portanto, uma sociedade de pessoas —, já que seu objeto social costuma envolver atividades intelectuais, de natureza artística, científica e literária.

Assim, no lugar de objetivar resultados financeiros, como acontece com as sociedades empresárias, elas têm por alvo o proveito comum dos cooperados. Todavia, nem por isso, a cooperativa deixa de ter capital social. Todos os cooperados que ingressam na instituição, também adquirem a sua cota-parte, ampliando o somatório do capital social e ajudando a investir na cooperativa.

Como funciona o capital social?

O valor da cota-parte de uma cooperativa pode variar. Em geral, nas Cooperativas costumam ser de R$ 100,00, R$ 200,00 até o limite por lei do valor de 01 salário-mínimo.

COTA PARTE – 11 Janeiro de 2022
Na COOPERX o valor do Capital Social, conforme estatuto é de R$ 600,00.

Assim, quando integraliza a cota-parte escolhida, o cooperado investe financeiramente na cooperativa.

A forma como esse resultado é distribuído pode variar de uma cooperativa para outra, já que cada uma possui seu próprio critério de validação e está disposto no estatuto. Em geral, no entanto, parte desse valor é colocado em fundo de reserva, gerando atender o desenvolvimento das atividades da Cooperativa e a outra é distribuída diretamente aos cooperados, por meio de depósito em conta ou Capital Social (na conta capital).

No entanto, se o contrário acontece e a cooperativa é acometida por prejuízos, ela pode usar do capital social ou da própria reserva para cobrir tais perdas. Hoje, contudo, é muito difícil que isso aconteça. A maioria das cooperativas do país estão bem consolidadas e praticamente não apresentam mais perdas.

Destaca-se que todas as informações sobre a COTAPARTE, suas aplicações e regras estão dispostas de forma detalhada em nosso Estatuto.